Jardinagem e Paisagismo

09/08/2012 (11h08) - Atualizada em 09/08/2012 (11h08)

Cerâmicas da Serra da Capivara são comercializadas no exterior


O artesanato produzido no Complexo Comercial Serra da Capivara tem se consolidado como cartão de visitas do Piauí na Europa e na América do Norte. Semestralmente, os produtos utilitários são exportados para países como Itália, Espanha e Estados Unidos.



Nacionalmente, os produtos produzidos pelos cerca de 40 artesãos na Cerâmica Serra da Capivara são comercializadas em lojas de decoração de grande repercussão, como a Tok Stok, Pão de Açúcar e Etna Móveis e Decoração.



“Nossos produtos utilitários e decorativos são os que mais saem e tem encantado pessoas em diversas partes do mundo”, disse Girleide Oliveira, gerente Administrativa do Complexo Comercial da Serra da Capivara.



Os moradores da área de reserva trabalham não apenas na fabricação das peças de cerâmica. O albergue, a cantina e o ateliê de costura também empregam a mão de obra local. “Assim conseguimos envolver as famílias do entorno do Complexo e em contrapartida garantimos a preservação das áreas por elas ocupadas. Todos esses nossos serviços tem preocupação com o meio ambiente. A produção ceramista atende todas as normas de saúde pública, de minas e energia e de meio ambiente e, inclusive temos recebido reconhecimento socioambiental nacional”, pontuou Girleide Oliveira.



Comercialização das peças



As peças da Serra da Capivara são comercializadas em São Raimundo Nonato, no Museu do Homem Americano, na Guarita do Parque Nacional pela BR 020; em Teresina, na Central de Artesanato Mestre Dezinho e ainda pelo site ceramicacapivara.com.



Turismo na Serra da Capivara



Os melhores períodos para visitação do Parque são fevereiro e março, julho e agosto e, dezembro e janeiro. “Estas épocas são ótimas para passeios e trilhas. Recebemos turistas de diversos lugares e aos que se hospedam aqui no nosso Albergue facilitamos o contato com o guia turístico, que também são das proximidades do Parque”, explica Girleide Oliveira.



Quem vai ao Parque Nacional da Serra da Capivara pode conferir, além da riqueza cultural e histórica, as trilhas preparadas para a visitação, que apresentam diferentes graus de dificuldade, oferecendo diversas atividades, segundo as expectativas e as possibilidades de cada um.



Fonte: CCom