Apicultura

25/08/2014 (13h08) - Atualizada em 25/08/2014 (13h08)

Exportação de mel triplica no Piauí


A Central de Cooperativas  Apícolas do Semiárido Brasileiro (Casa Apis) tem sido uma grande parceira para o crescimento dos índices de exportação de mel no Piauí. Até o mês de julho de 2014, a Casa Apis já enviou mais de mil toneladas de mel para o exterior.



Durante todo o ano passado, a Casa Apis exportou 570  toneladas  de mel, arrecadando assim U$2.063.000,00. Já esse ano, até o mês de julho, foi exportada 1.621 tonelada de mel para os Estados Unidos e Europa. O valor alcançado foi de U$6.165.000,00, sendo praticamente o triplo de todo o valor arrecadado no ano passado. Atualmente, a central está ligada a 960 produtores.



De acordo com Antônio Leopoldino, diretor da Casa Apis, uma das razões para o crescimento dos índices de exportação se deve ao investimento em tecnologia e medidas para o combate à estiagem. "O cuidado com  estiagem, a capacitação dos produtores e o investimento em técnicas muito importantes como a migração e indução de floradas têm permitido uma produção boa de mel. A expectativa é que, quando a seca se estabilizar, a nossa produção aumente cada vez mais", conta o diretor.



Tanto a migração quanto à distribuição de mudas fazem parte de um projeto realizado pela Casa Apis, em parceria com o Governo do Estado e Banco Mundial, em um investimento de R$2,5 milhões, providenciais para salvar milhares de abelhas e assegurar a produção do mel em todo o Sertão piauiense.



Fonte: Ascom